Bactéria assassina

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Americano morre 60 horas depois de ser contaminado em praia da Flórida

Henry Konietzky e sua esposa Patty foram pescar caranguejos na praia de Ormond, na Flórida. Quando voltou para casa, o homem percebeu uma pequena lesão no tornozelo que ele pensou ser apenas uma picada de inseto, segundo a agência AP. No entanto, ele desenvolveu uma ferida e, depois, se confirmou que estava contaminado com a bactéria Vibrio vulnificus, encontrada em águas costeiras.

Essa bactéria, segundo informações do Instituto Nacional de Saúde dos EUA Saúde (NIH), é um organismo altamente venenoso que causa infecções severas em pessoas saudáveis. No caso de Henry, a bactéria se espalhou rapidamente pelo corpo, e ele morreu em dois dias e meio.

O Centro de Controle de Doenças dos EUA considera a infecção por Vibrio vulnificus uma doença rara e de acordo com especialistas a maioria dos casos ocorre nos estados que têm litoral no Golfo do México.

Compartilhe este post

Comentários recebidos

    Deixe seu comentário

    Posts relacionados

    Newsletter

    Cadastre-se para receber diariamente nossa newsletter com as últimas notícias do OlharNews

    Publicidade

    Posts mais populares