Proibido cortar o rabo do cachorro

quarta-feira, 03 de julho de 2013

Conselho de Veterinária brasileiro proibe amputações para "embelezar" o animal

O Conselho Federal de Medicina Veterinária proibiu a prática de amputar cauda e orelhas de cães por motivos estéticos. O profissional que infringir a norma estará sujeito a processo ético-profissional.  O novo dispositivo modifica resolução anterior, de 2008, que apenas recomendava que a cirurgia não fosse feita.

Raças como cocker spaniel, pinsher, poodle, pitbull, rottweiller e doberman são alvos comuns do procedimento que é corriqueiramente justificado como necessário para  “embelezar” o animal.

De acordo com o presidente do Conselho, Benedito Fortes de Arruda,  o bem-estar do animal deve ser preservado ”Queremos coibir a caudectomia e conscientizar o médico-veterinário a não recomendá-la, já que amputar parte de um animal por motivo torpe é inadmissível” .  Arruda acrescenta que toda a população pode procurar o Conselho Regional de Medicina Veterinária(CRMV) de seu Estado para denunciar a prática.

Desde 2008, o CFMV proíbe a cordectomia (cirurgia que retira as cordas vocais dos animais), a conchectomia (para levantar as orelhas) e a onicectomia ( extração das unhas de gatos). 

(espacovital.com)

Compartilhe este post

Comentários recebidos

    Deixe seu comentário

    Posts relacionados

    Newsletter

    Cadastre-se para receber diariamente nossa newsletter com as últimas notícias do OlharNews

    Publicidade

    Posts mais populares